Sexta-feira, 24 de Julho de 2009

INCURSÃO NA SITUAÇÃO POLÍTICA ACTUAL DE MOÇAMBIQUE

 

 
Moçambique, a Pérola do Índico  
Tenho acompanhado, com particular interesse, a actual situação política que se vive em Moçambique, quando o País está a cerca de 100 dias das eleições presidenciais que, provavelmente só provocarão uma grande alteração dentro da Oposição com a entrada do MDM para o lugar de maior partido da Oposição.
Depois de analisar toda a vasta informação que me tem sido enviada, esta poderá ser a última vitória da Frelimo, porque as grandes divisões existentes no seu seio, entre os novos quadros políticos e os quadros oriundos da luta armada, começam a extravasar para opinião pública melhor informada. Estes novos quadros estão à espera de uma forte votação no MDM, para encetarem um processo interno de Mudança, havendo, inclusive, alguns a fazer jogo duplo. Não perspectivo uma derrota da Frelimo, porque as condições, para que tal aconteça, estão muito longe de estarem reunidas. Alguns exemplos:
 
 FRELIMO, o passado, a estagnação e a pobreza
1 – O regime continua a ser uma ditadura, mascarada de democracia;
2 – Os militares radicais dos tempos do Samora Machel continuam a dominar o poder;
3 – A corrupção continua a dominar a economia do País e é fomentada pelos detentores do poder e que são os seus grandes beneficiários;
4 – Metade das Receitas do Orçamento Geral do Estado provêm dos estados doadores o que, na actual crise económica, poderá ter efeitos perniciosos na economia, porque se prevê uma assinalável quebra nessas doações;
5 – Grande parte dessas receitas não é aplicada no desenvolvimento do País, mas desviadas para outros fins, nomeadamente o enriquecimento fraudulento dos dirigentes da Frelimo;
6 – Toda a terra pertence ao Estado, da qual o Governo põe e dispõe, pelo que a iniciativa privada não existe ou é muito escassa;
 RENAMO, uma vitória militar que não conseguiu ser uma vitória política
7 – Todo o aparelho do Estado é controlado pela Frelimo e o apoio estatal às autarquias depende da sua cor política;
8 – O ensino oficial é baseado no racismo contra os brancos, especialmente, contra os portugueses, com argumentos impensáveis;
9 – O clima de medo está instalado em todo o País, especialmente, em Maputo, onde o assassínio de advogados é uma constante, pelo que a justiça é aplicada contra todas as normas do Direito Internacional;
10 – As eleições não são livres e, muito menos, democráticas. Além da “compra” de votos, há a intimidação, os votos que entram nas urnas sem que os eleitores votem, enfim, uma encenação da democracia.
MDM, a esperança, o futuro, a democracia e a liberdade
Perante este cenário, só resta à Oposição pedir a intervenção das Organizações Internacionais para supervisionarem o processo eleitoral e, depois, aguardar pelo processo de “autofagia” da Frelimo que poderá iniciar-se a qualquer momento, embora dependendo muito dos resultados eleitorais.
(Continua…)
NOTA: Na próxima Quinta-feira, 30/7, vou participar, na qualidade de ex-combatente, no programa "Destaques" da Rtv, das 16.00 às 17.30 horas. Este canal de televisão emite na posição 14 da Cabovisão Digital e na posição 21 da TvCabo. Espero colocar alguns excertos no Youtube.
Álvaro Teixeira (GE)
 

 


Publicado por gruposespeciais às 22:21
LINK DO POST | COMENTAR O POST
5 COMENTÁRIOS:
De Gomondotomas a 4 de Dezembro de 2012 às 15:20
Gostei imenso por m ter fornecido esta pagina,embora antiga mas deu para perceber o cenario dos politicos de mocambique. Obrigado. Gomondotomas.


De JOSE MACHUQUELANE NHAMBAU a 20 de Junho de 2013 às 07:55
Gostaia de apelar senhor dlhakama para para com as incursoes armadar, matar pessoas e outros males que inferme este povo sem culpa, alias no lugar de matar, pegava aquela mata onde ele esta ia investir e havia extrair riquezas atraves dos tais recursos,


De cristo charles a 14 de Julho de 2013 às 17:44
Na verdade depois de receber noticia quero compartilkar com o seguinte:como moçambicano qiero o bem xtar o meu belo moçambique para aquele k pode que o faça,mas tambem xpero k mudem mesmo nao nos enganem porque ja fomos enganados demais.


De Poncio a 21 de Outubro de 2013 às 09:33
nunca fui da Renamo, mas o Dlakama tem toda razao, nós estamos a ser colonizados por uma familia que se intitula presidente, irmaos vamos acordar


De Fernando jaime a 29 de Novembro de 2013 às 13:55
Chega,chega...chega por favor.Deem-se tempo p acertar os problemas d povo pois ele e vosso patrao


Comentar post

Subscreva a Newsletter do BLOG


Crear letrero en flash

Insira o endereço do seu Mail:

Delivered by FeedBurner




ARTIGOS RECENTES

FRAUDES MACIÇAS NAS ELEIÇ...

Não deves nada à Frelimo,...

Metelela - Os crimes da F...

ESCLARECIMENTO

A opinião de Raul Domingo...

Testamento de Nelson Mand...

O fracasso do assassinato...

Mais um descalabro milita...

Carta Aberta ao President...

Escrever a história de Mo...

ARQUIVOS

Outubro 2014

Agosto 2014

Maio 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Junho 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Junho 2012

Abril 2012

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

MAIS COMENTADOS

ÚLT. COMENTÁRIOS

Inácio, eu era furriel do 4º pelotão (o pelotão qu...
1- Realmente torna-se curioso, como é que ele teri...
1. Quais são as fontes disto?2. Como é que num paí...
é impossivel construir sem destruir
Essa gente não merece nada, por isso eu sigo os id...

tags

todas as tags

OUTROS BLOGS E MUITO MAIS




LinkLog


Siga-me no Twitter

Grupos Especiais - Moçambique

Divulga também a tua página