Quarta-feira, 5 de Fevereiro de 2014

Testamento de Nelson Mandela ( a minha decepção)

 

 

Li todas as notícias relativas ao testamento de Nelson Mandela e não coloco em causa os bens que deixou.

A minha grande decepção foi ter entregue a quase totalidade da herança à Sra. Graça Machel com quem casou há uns anos.

Não questiono o passado de Nelson Mandela, que foi um grande herói da liberdade para  o seu povo e que, como presidente, foi um exemplo de tolerância num país vitimado por ódios racistas.

O que me leva a escrever este artigo é o facto de Graça Machel seja a sua principal herdeira.

Ora esta senhora que foi amante e depois esposa do “carniceiro” Samora Machel deve muitas explicações ao povo moçambicano, a começar pelo assassinato da Josina Machel.

 

 
 Nelson Mandela  Graça Machel

 

 

Deve, também, explicações pelos crimes cometidos pelo governo da Frelimo, a começar pela eliminação dos opositores políticos, como Uria Simango, Joana Simeão, Celina Simango, Paulo Gumane, Mateus Gwengere, Lázaro Kavandame, Paulo Mondlane e muitos outros, quando esta fulana já era ministra do primeiro governo do Samora Machel.

Como governante, deu cobertura à deslocalização de populações para os chamados Campos de Reeducação do Niassa, Cabo Delgado e Zambézia, que não eram mais do que campos de extermínio.

Deu cobertura, também, aos desmandos do Armando Guebuza, quando este biltre, com a sua lei “20/40” despojou Moçambique dos seus melhores quadros.

É por isto que eu considero que o testamento de Nelson Mandela é uma grande decepção e que nada tem a ver com o que foi a sua vida.

 

Ovar, 5 de Fevereiro de 2014

Álvaro Teixeira (GE)


Publicado por gruposespeciais às 21:54
LINK DO POST | COMENTAR O POST
5 COMENTÁRIOS:
De José Simões a 5 de Fevereiro de 2014 às 23:24
Quem és tu.. triste psicopata para opinares a ultima vontade de um grande HOMEM.

O ex-presidente sul-africano Nelson Mandela deixou uma herança de 46 milhões de rands, cerca de 4,1 milhões de dólares, da qual metade pertence à sua terceira esposa, Graça Machel, com quem estava casado aquando da sua morte.

O juiz Dikgang Moseneke, na companhia do ex-advogado e amigo íntimo de Mandela, George Bizos, e o juiz Themba Sangoni, leu o testamento do líder histórico do ANC na sede da Fundação Mandela, depois de o mesmo ter sido apresentado aos familiares de Madiba, sem qualquer contestação.

As três propriedades do ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela foram deixadas para a Fundação Mandela, enquanto a casa vizinha ao lugar onde foi sepultado, em Quno, e a propriedade em Johannesburgo deveriam ser usadas pela família para promover uma reunião entre eles.

"É meu desejo que sirva inclusive como um lugar para a família Mandela se reunir e manter a sua união por muito tempo depois da minha morte", escreveu Mandela.

Nos últimos anos, a família de Mandela esteve muitas vezes dividida em várias questões, particularmente em relação ao neto de Mandela, Mandla, o primeiro herdeiro do sexo masculino, segundo a tradição Xhosa, e sua filha mais velha, Makaziwe.

Mandela dividiu a herança em três legados, um deles incluiu um fundo em dinheiro para a família que fica também com os direitos de autor dos livros. Como viúva, Graça Machel tem direito a metade destes bens, mas os advogados fizeram saber que a última mulher do líder histórico sul-africano poderá abdicar desse direito, ficando apenas com propriedades em Moçambique.

Cada um dos filhos de Mandela recebeu, em vida, um empréstimo de 221 mil euros que ficam saldados.

Outro fundo beneficia o Congresso Nacional Africano (ANC), o seu partido, e um terceiro é dividido entre escolas que frequentou e pessoas que trabalharam directamente para Mandela.

Os nove funcionários do staff pessoal de Nelson vão receber cerca de 4.500 dólares.

A chefe do pessoal Xoliswa Ndoyiya disse que a doação foi uma surpresa total: “Foi um choque na minha vida. Eu fiquei chocado por ele se ter lembrado de mim, e me ter dado alguma coisa".

Mandela que falou muitas vezes da importância da educação deixou nove mil dólares a cada uma das escolas que ele frequentou e a mais duas das áreas onde viveu.

O vice-reitor da Universidade de Witwatersrand disse que ao deixar dinheiro a uma instituição que o discriminou diz muito aos alunos.

“Bem, isso é irónico, eu fui ver a história e a universidade pede desculpas por isso. A experiência dele na universidade foi positiva e negativa. Foi positiva, se se olhar para a sua biografia, porque diz que abriu-lhe para novas ideias, também foi negativa por ter sido tão mal tratado. E eu não acho que devemos esconder isso. Acho que devemos reconhecer isso e aprender as lições... O testamento é claramente para bolsas de estudo e é exactamente a isso que iremos dedicar esse dinheiro. Vamos dedicar e contribuir para combater as desigualdades", afirmou o vice-reitor.

Um dos amigos mais antigos de Nelson Mandela, o advogado George Bizos, ele também um dos executor do testamento, disse que o documento é reflexo de um homem extraordinário. E enquanto falava, limpou as lágrimas do rosto.

"Ele deu razões pelas quais queria dar a instituições de ensino porque ele queria que as pessoas, desfavorecidas durante toda a vida, sejam tratadas como seres humanos. Este foi o seu credo, isso é o que ele esperava de todos nós", concluiu Bizos.

Mandela, falecido a 5 de Dezembro, deixou trinta herdeiros, incluindo filhos, netos e bisnetos nascidos dos seus dois primeiros casamentos.

No seu testamento também incluiu os filhos de sua terceira esposa, Graça Machel.

O património de Nelson Mandela foi avaliado em 4,1 milhões de dólares


De gruposespeciais a 6 de Fevereiro de 2014 às 19:44
Caro comentador José Simões,
O senhor fez uma leitura completamente enviesada daquilo que escrevi. Nunca, no artigo, pus em causa a honorabilidade de Nelson Mandela, que considero uma das personalidades mais marcantes do século XX pela libertação do seu povo e da instituição da democracia no seu país.
Se ler, com atenção, o artigo, deve reparar que me refiro à Graça Machel que tem uma história tenebrosa no seio da Frelimo.
Agradeço que leia o comentário seguinte de um moçambicano e ficará com a ideia de como os moçambicanos, cada vez mais, clamam por justiça.
Quanto ao chamar-me psicopata, veja se não é você que sofre dessa doença. Eu estou de saúde e muito bem, no entanto duvido do seu estado...


De gruposespeciais a 7 de Fevereiro de 2014 às 22:45
Sr, Comentador José Simões,
O seu último comentário foi eliminado por ter sido considerado uma ofensa pessoal ao autor do Blog. E quando se predispõe ir até à justiça, vê-se que não colabora aqui como um democrata, mas outros motivos que não vislumbro.
Passe bem, Sr. José Simões.


De José Simões a 23 de Março de 2014 às 00:42

Pode crer que passo bem, sr. teixeira, dono de blog, e censor do mesmo. Na realidade o sr. é que não entendeu, eu ao lhe fornecer os meus dados pessoais, estava a colocar-me em pé de igualdade, não pretendo recorrer à justiça, pelo contrário, estou a sugerir-lhe que o faça caso se sentisse ofendido com o meu comentário, como vê não podia ser mais DEMOCRATA, a não ser que o seu conceito de democracia seja outro, o que aliás não me espantaria, - não passo de um provinciano inculto, Ovar era uma vila minúscula, literalmente no fim do mundo, nós éramos o povo ignorante gerado pelo regime - (conversa do sr. teixeira com a Mariana -"Não podemos ver o vento"), Ovar cresceu, o sr é que não.
Tal como escreveu José Saramago, eu também me tenho limitado a levantar pedras do caminho, e não sou o responsável pelos monstros escondidos debaixo delas.
Sem complexos continuarei a seguir a minha consciência como pessoa livre, deixando para si, caro sr.teixeira, o papel de censor.

23/03/2014 simões


De Josyjjjjjjj e9 Adolfo a 6 de Fevereiro de 2014 às 19:26
Eu não encontro ligação dos crimes que esta mulher cometera com a herança de Nelson. Ela era esposa deste grande homem para todos os efeitos e as leis a protegem. Posso discutir a posição politica da Graça no meio do povo sul africano depois da morte do marido. Posso ainda discutir a posição dela na historia do povo Moçambicano.
Constitui a verdade que os lideres da Frelimo lavaram as próprias mãos, corpo e roupas no sangue de seus compatriotas. Sobre isto ninguém contesta. acanto aos que foram fuzilados contemos também nos milhões de Moçambicanos que foram vitimas de anti-guerrilha frelimista, contemos os milhares de Moçambicanos que morreram de doenças que podiam ser salvados e continuam a morrer, contemos também os milhões de moçambicanos que morrem de fome. Todos estes tem como responsáveis pela sua morte os lideres da Frelimo e neste grupo esta a Graça também inserida. Acanto a isto contemos com o fosso académico que criaram as gerações nascidas nos anos 1955-1992. são gerações de frustrados. Uns ate hoje com cerca de sessenta anos ainda lutam por fazer a 12 classe e por construir-se uma casa. Poucos poderam estar bem e outros foram esquecidos nas tarefas pela pátria ate aos anos 1992 ou mais. Foram esquecidos sem direito a continuar os estudos que o estado tinha lhes interrompido. Um pequeno grupo esta hoje bem e alguns ainda na liderança traindo seus companheiros.
A graça é obreira deste gap académico e por este sofrimento todo.
Vou terminar dizendo que tarde ou cedo terá que dar razões no tribunal sobre a violação dos direitos humanos e pelo genocídio.


Comentar post

Subscreva a Newsletter do BLOG


Crear letrero en flash

Insira o endereço do seu Mail:

Delivered by FeedBurner



ARTIGOS RECENTES

ZECA CALIATE VOZ DA VERDA...

O SÉRGIO ´´SERIAL KILLER`...

A VERBORRÁICA DO REGIME D...

Biografia de Zeca Caliate...

Omar Ribeiro Thomaz fala ...

"EMBARRIGUECIMENTO DOS LI...

FRAUDES MACIÇAS NAS ELEIÇ...

Não deves nada à Frelimo,...

Metelela - Os crimes da F...

ESCLARECIMENTO

ARQUIVOS

Abril 2016

Março 2016

Outubro 2014

Agosto 2014

Maio 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Junho 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Junho 2012

Abril 2012

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

MAIS COMENTADOS

ÚLT. COMENTÁRIOS

Caro amigo, se quiser partilhar a sua experiência,...
Sou um velho GE. Período 71/73.Comandei o GE 212 N...
Gostei de ouvir a messenge sobre os nossos heróis ...
EmFalta dizer que nesss fata te ofereceste para se...
Falta dizer que te ofereceste para os GE fui eu qu...

tags

todas as tags

OUTROS BLOGS E MUITO MAIS




LinkLog


Siga-me no Twitter

Grupos Especiais - Moçambique

Divulga também a tua página